Últimas notícias

Loading...

terça-feira, 25 de maio de 2010

Em clima de Copa Sindalquim entrega bolsas alusivas ao Brasil

O Sindalquim (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Fabricação do Álcool, Químicas e Farmacêuticas) está entregando para todos os trabalhadores e trabalhadoras dos três setores representados por eles bolsas alusivas a Copa do Mundo.

Segundo Almir Aparecido Fagundes, presidente do sindicato, cada trabalhador dos setores: Químico, Farmacêutico e Sucroalcooleiro vão receber uma bolsa do Sindalquim nas cores verde e amarela, alusivas à seleção brasileira. “Vamos todos torcer juntos para o Brasil trazer mais um titulo mundial da África do Sul”.

Negociações do setor de alimentação continuam sem avanços

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação promoveu nos últimos dias várias negociações para o fechamento do acordo coletivo de categorias representadas pela entidade.

Na negociação do Açúcar após mais uma rodada de negociações nada avançou os patrões estão oferecendo apenas 5,49% e mais nada, a entidade de pronto recusou, pois defende que o INPC não deve ser negociado, mais sim concedido. Uma nova rodada de negociações foi agendada para o dia 08 de junho.

Por sua vez outro impasse está na negociações do setor de Doces e Conservas nenhuma proposta foi apresentada até o momento, já o setor de Frio a situação é pior os patrões ofereceram apenas 4% e ainda querem tirar benefícios dos trabalhadores.

Segundo Eurides Silva, presidente do sindicato, as negociações estão complicadas este ano e não está descartada a possibilidade de paralisações na porta das empresas dos setores que os patrões atravancarem o reajuste para os trabalhadores.

Construção Civil fecha com 8,01% de reajuste

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil fechou o acordo coletivo deste ano com um reajuste de 8,01% para os trabalhadores do setor.

Com o reajuste o novo piso passa para R$ 971,40, mais uma cesta básica de 36 Kg e um tíquete de R$ 12,00.

Segundo Nelson Ioca, presidente do Siticom Rio Preto, ficou para o ano de 2011 a retomada da equiparação do piso do interior com a capital. “Tentamos negociar este ano, mas infelizmente não deu, mas o primeiro item da pauta do próximo ano será esse da equiparação”.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Lista de convocados do Brasil para a Copa da África do Sul:

Goleiros:.

Júlio César (Inter de Milão).
Gomes (Tottenham).
Doni (Roma).

Laterais:.

Maicon (Inter de Milão).
Daniel Alves (Barcelona).
Gilberto (Cruzeiro).
Michel Bastos (Lyon).

Zagueiros:.

Juan (Roma).
Lúcio (Inter de Milão).
Luisão (Benfica).
Thiago Silva (Milan).

Meio-campistas:.

Gilberto Silva (Panathinaikos)
Felipe Melo (Juventus).
Josué (Wolfsburg).
Kléberson (Flamengo).
Elano (Galatasaray).

Ramires (Benfica).
Kaká (Real Madrid).
Julio Baptista (Roma).

Atacantes:.

Luis Fabiano (Sevilla).
Nilmar (Villarreal).
Robinho (Santos).
Grafite (Wolfsburg).

Emprego na indústria cresceu 0,7% em março

Riomar Trindade
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – O nível de emprego na indústria cresceu 0,7% na passagem de fevereiro para março deste ano, o terceiro aumento consecutivo. Em comparação a março de 2009, a expansão foi de 2,4%, a maior taxa desde agosto de 2008 (2,5%). No ano, o nível de emprego acumula alta de 0,7%.

Dados divulgados hoje (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que aumentou o número de horas pagas em março (1,0%) ante fevereiro. No confronto com o mesmo período do ano anterior, a alta chegou a 3,7%, a maior desde fevereiro de 2008 (4,1%). No ano, o número de horas pagas acumula aumento de 1,8%.

A folha de pagamento real dos trabalhadores cresceu 1,2%, o terceiro aumento consecutivo no período. Na comparação com março de 2009, a elevação foi de 5,6%, a mais expressiva desde setembro de 2008 (7,7%), acumulando 3,3% no ano.

O resultado de março mostrou crescimento em todos os locais investigados e em 15 dos 18 setores ampliando as contratações. Entre os locais, a principal contribuição positiva para o resultado global veio de São Paulo (2,7%), vindo a seguir a Região Nordeste (3,5%), o Rio Grande do Sul (3,2%), o Ceará (8,7%) e o conjunto das regiões Norte e Centro-Oeste (2,6%).

No estado de São Paulo, os ramos que mais contribuíram para a expansão do emprego industrial foram alimentos e bebidas (4,7%), têxtil (11,1%) e papel e gráfica (6,1%). Na Região Nordeste, sobressaiu o setor de calçados e couro (18,3%), enquanto, na indústria gaúcha, destacaram-se positivamente outros produtos da indústria de transformação (11,5%), máquinas e equipamentos (8,3%) e borracha e plástico (12,6%).

Na indústria cearense, a atividade de calçados e couro (23,1%) também assinalou a maior influência positiva, enquanto, no conjunto das regiões Norte e Centro-Oeste, os impactos mais relevantes vieram de alimentos e bebidas (5,1%) e de minerais não metálicos (16,9%).

Edição: Tereza Barbosa

Jornalistas de Rádio e TV conquistam melhorias na proposta patronal

Os jornalistas do Estado de São Paulo decidiram em assembleia realizada no dia 5 de maio ratificar o resultado da consulta feita nas redações e encerrar a campanha salarial de Rádio e TV e aceitar a última proposta oferecida pelos patrões, que reajusta os salários em 4,20%, pouco acima do índice de inflação oficial (INPC), que foi de 4,17%. Já os pisos salariais serão corrigidos em 1% acima da inflação na Capital (passando a R$ 1.421,00) e 3% no Interior e Litoral (indo a R$ 925,00), ambos por cinco horas de trabalho.

Na consulta realizada junto à categoria o sim, que aceita a última proposta patronal, venceu por 394 votos (80%) contra 97 (18%). Houve três votos em branco. No total votaram 494 jornalistas.

Sindicato se unem em prol dos trabalhadores sucroalcooleiros

Os principais sindicatos que representam os trabalhadores do setor Sucroalcooleiro lançaram na semana passada a campanha unificada para tentar pressionar os usineiros a concederem um reajuste melhor para essas categorias. Participaram na atividade em Barra Bonita o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Fabricação do Álcool, Químicas e Farmacêuticas, Sindicato dos Motoristas, Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Sindicato dos Trabalhadores Rurais.